PROGRAMAS INSTITUCIONAIS E ORGÃOS DE APOIO


Programas de Iniciação Científica

O Programa de Iniciação Científica (PIC) do Centro Universitário Central Paulista (UNICEP).
É regulamentado, no âmbito do UNICEP, como um programa institucionalizado pelo Centro Integrado de Pesquisa (CENIP/UNICEP) destinado a estudantes de graduação para o desenvolvimento de pesquisa científica (Iniciação Científica), sob a orientação de um orientador qualificado, avaliado por sua súmula curricular. O programa tem como objetivo apoiar a formação de novos profissionais para a pesquisa, desenvolvendo não só as suas habilidades de investigação como também sua consciência crítica voltada a diferentes áreas do saber, em todas as áreas do conhecimento, por meio das seguintes bolsas de estudo:

• Bolsas de Iniciação Científica financiadas pelo CNPq através do Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC);
• Bolsa de Apoio à Participação Voluntária, através do Programa Voluntário de Iniciação Cientifica (PROVIC).


As bolsas de estudos que integram o programa e estão referenciadas nas letras (a), (b) e (c), são estruturadas com o objetivo de privilegiar a participação dos discentes em projetos de pesquisa dentro de parâmetros éticos, com qualidade acadêmica, mérito científico e orientação de docente, apoiada em plano de trabalho individual com cronograma compatível ao período de vigência do projeto. A responsabilidade pela consecução do projeto de pesquisa de Iniciação Científica (IC) é do orientador e deve haver um compromisso por parte do estudante em se manter preparado para discuti-lo e, ao término do mesmo, analisar e divulgar os resultados, além de ter concluído um número suficiente de disciplinas relevantes para o desenvolvimento do plano de trabalho. A bolsa de estudos de (IC) deve ser proposta pelo orientador somente depois que o mesmo estiver convicto de que o estudante tem interesse em desenvolver o plano de trabalho individual e tempo disponível para executá-lo, sem prejuízo de suas atividades acadêmicas regulares.


Núcleo de Apoio Psicopedagógico – NAP

O NAP - Núcleo de Apoio Psicopedagógico da UNICEP, desde 2001, tendo sua proposta sido subsidiada em dados obtidos através de avaliações sistemáticas do Núcleo de Avaliação Continuada – NAC-UNICEP.

Os objetivos do NAC-UNICEP são: a) oferecer ao corpo docente apoio didático pedagógico permanente e momentos de formação continuada em serviço; b) oferecer aos estudantes mecanismos de melhoria do processo de aprendizagem; c) desenvolvimento de processos de aprendizagem organizacional.

Desde sua implementação o NAC-UNICEP promoveu encontros de capacitação docente, que contaram com a presença de palestrantes capacitados para discussão de temas, tais como: “Desenvolvimento Profissional Docente”, “Avaliação do processo de ensino – aprendizagem”, “Abordagens do processo ensino – aprendizagem”, “Práticas pedagógicas”, dentre outros.

O NAC-UNICEP está encarregado do acompanhamento do Programa de Monitorias de Ensino da IES desde o segundo semestre de 2002. Também, é responsável pela oferta de mecanismos/estratégias de nivelamento das condições de ensino-aprendizagem e apoio pedagógico, oferecendo aos discentes Cursos de Revisão de Conteúdos Básicos em Matemática, Química, Língua Portuguesa, entre outras áreas.

Apesar da inegável importância das ações desenvolvidas pelo NAP-UNICEP era inquestionável a necessidade deste, em especial, em relação aos discentes não se restringir aos aspectos pedagógicos. O fato de que a vivência acadêmica pode ser experienciada de forma construtiva ou conflitiva podendo gerar crises, que implicarão em prejuízos não só acadêmicos, mas, ao desenvolvimento pleno do estudante; o relato de situações vivenciadas por docentes e discentes no cotidiano escolar e os resultados das avaliações sistemáticas realizadas pelo NAC-UNICEP reforçavam a necessidade de se ampliar a atuação do Núcleo passando este a oferecer, também, apoio psicossocial aos docentes e estudantes. .


Conselhos dos Cursos

Todos os cursos possuem implementados, na sua estrutura organizacional, o Conselho de Curso que é constituído com base na legislação vigente cuja composição e atribuições estão prevista no Estatuto. As diretrizes acadêmicas dos Cursos são discutidas, definidas e implementadas com a participação direta e efetiva do Conselho do Curso, que se reúne periodicamente para discutir as questões de ensino, pesquisa e extensão relacionadas ao curso.

O Conselho de Curso é composto pela coordenação do curso, seu presidente nato, por cinco professores, escolhidos por seus pares, e por um representante discente, indicado pelo Centro Acadêmico, todos da respectiva unidade.

Compete ao Conselho de Curso: deliberar sobre as sugestões encaminhadas pelo NDE; decidir, em grau de recurso, sobre a aceitação de matrículas de alunos transferidos ou portadores de diplomas de graduação, aproveitamento de estudos, adaptação e dispensa de disciplinas, de acordo com este Estatuto, o Regimento Geral e as demais normas aplicáveis; deliberar, em primeira instância, sobre os projetos de ensino, pesquisa e extensão de sua área; desenvolver e aperfeiçoar metodologias próprias para o ensino, a pesquisa e a extensão; promover e coordenar seminários, grupos de estudos e outros programas para o aperfeiçoamento de seu quadro docente, assim como, indicar, à Diretoria, professores para participarem de cursos de pós-graduação e exercer as demais funções que lhe forem delegadas.


Núcleo Docente Estruturante - NDE

O Núcleo Docente Estruturante – NDE é o órgão consultivo responsável pela concepção do Projeto Pedagógico dos cursos do UNICEP e tem, por finalidade, a implantação do mesmo. A nomeação dos membros é feita através de ato do Diretor Geral do Centro Universitário Central Paulista.

A constituição dos membros atende a legislação pertinente e suas atribuições estão previstas no regimento interno de cada curso aprovado pelos órgãos superiores do UNICEP. Mais informações no Regulamento.


Avaliação Institucional

A avaliação institucional é um processo contínuo de pesquisa e comunicação que visa essencialmente a subsidiar a instituição na reflexão e aprimoramento de sua atuação, conforme a missão e objetivos impostos.

As propostas desse processo na UNICEP foram previstas e implantadas nos processos avaliativos, o que tem demonstrando, desde então, a preocupação da instituição em manter seu exercício de qualidade.

O processo de avaliação visa a identificar fatores que interferem positiva ou negativamente no desempenho da instituição, fornecendo subsídios para a compreensão da sua realidade e favorecendo a gestão acadêmico-administrativa. Quem conduz o processo é a Comissão Própria de Avaliação (CPA), composta por representantes de alunos, professores, profissionais técnico-administrativos e representantes da sociedade civil. A ação prevê ações avaliativas que contemplam as abordagens de pesquisas, tanto quantitativas como qualitativas. Na primeira abordagem, os dados são obtidos por meio de instrumentos avaliativos com questões objetivas e pontuais (questionários e levantamentos de dados) que são complementados pelas ações de abordagem qualitativa com espaços para manifestações (entrevistas, questões abertas, câmaras de avaliação de curso, etc.). Desde então, a UNICEP consolidou sua cultura em autoavaliação e pode vivenciar com segurança o Sinaes – Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, implantado pela Lei nº 10.861/2004. O Sinaes é mais que um sistema. É uma política de governo voltada à avaliação da educação superior, que coloca a avaliação institucional no centro do processo avaliativo e abrange todas as Instituições de Ensino Superior do País. As produções da CPA, bem como os resultados das avaliações, estão disponíveis para consulta, em documentos e também acessíveis.