Arquitetura e Urbanismo

O CURSO

A proposta pedagógica do curso é a formação de profissionais generalistas, enfatizando a atividade projetual e construtiva, capazes de compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação à concepção, à organização e à construção do espaço interior e exterior, abrangendo o urbanismo, a edificação, o paisagismo, bem como a conservação e a valorização do patrimônio construído, a proteção do equilíbrio do ambiente natural e a utilização racional dos recursos disponíveis.

 

DADOS GERAIS

O curso Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo, pela autonomia universitária, prevista no artigo 28 do Decreto 5773/2006, foi autorizado pela Resolução CONSEPE 001, de 21 de agosto de 2003 e reconhecido pela Portaria nº 224, de 7 de abril de 2014, publicado no Diário Oficial da União, Seção I, de 8 de abril de 2014.

ENADE: 2
CPC: 4
IGC: 4.

 

Duração

O tempo mínimo de integralização do Curso de Arquitetura e Urbanismo é de 5 anos.


Vagas

São oferecidas 120 vagas anuais, sendo 60 vagas para o diurno e 60 vagas para o noturno.


Conteúdos Curriculares

Os conteúdos curriculares do Curso de Arquitetura e Urbanismo estão distribuídos em dois núcleos: Núcleo de Conhecimentos de Fundamentação e Núcleo de Conhecimentos Profissionais, além do Trabalho de Curso, denominado Trabalho de Graduação Interdisciplinar, e da Viagem Didática.

1-Núcleo de Conhecimentos de Fundamentação:

O Núcleo de Conhecimentos de Fundamentação, com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), através da Resolução Nº 2, de 17 de junho de 2010, é composto pelas seguintes disciplinas: Desenho Livre; Desenho Arquitetônico; Matéria e Memória; Matéria e Estrutura; Estética e História da Arte; Arquitetura e Sociedade; Arquitetura, Linguagem e Teoria; Meio Ambiente e Relações Étnico-Raciais e História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Além deste conteúdo curricular, a matriz do curso contempla em seus dois primeiros semestres as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática para Arquitetura, que oferecem conteúdos de nivelamento fundamentais para o perfil do ingressante.


2-Núcleo de Conhecimentos Profissionais:

O Núcleo de Conhecimentos Profissionais, com base na DCN, é composto por campos de saber destinados à caracterização da identidade profissional do arquiteto e urbanista e constituído pelas disciplinas: Introdução ao Projeto Arquitetônico; Laboratório de Maquetes; Projeto Arquitetônico I, II, III e IV; Projeto Arquitetônico e Urbanístico I, II, III, IV e V; Sistemas Estruturais I, II e III; Topografia e Solos; Grafias Automatizadas I e II; Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo I, II, III, IV, V e VI; Configurações do Espaço e do Objeto; Arquitetura e Paisagem; Cidade e Paisagem; Desenho Automatizado I e II; Tecnologia das Construções I, II, III e IV; Laboratório de Tecnologia das Construções I e II; Conforto Ambiental I e II; Laboratório de Conforto Ambiental I e II; Planejamento Urbano e Regional; Instalações Prediais I e II; Planejamento Habitacional; Legislação e Práticas Profissionais, Tecnologia da Informação, Representação e Coordenação de Projeto e Patrimônio Histórico e Técnicas Retrospectivas.


3-Trabalho de Graduação Interdisciplinar - TGI:

O Trabalho de Graduação Interdisciplinar-TGI do curso envolve a integração dos conhecimentos adquiridos pelo aluno ao longo do curso, envolvendo todos os procedimentos de uma investigação técnico-científica. Inicia-se no 8º semestre do curso com a disciplina Pré-Trabalho de Graduação Interdisciplinar, que aborda os procedimentos metodológicos de pesquisa e construção do objeto, passando pelos estudos da temática e do local, a ser desenvolvido pelo aluno.
As disciplinas Trabalho de Graduação Interdisciplinar I e II consistem na orientação individualizada do aluno por uma equipe de orientadores formados pela Comissão de Trabalho de Graduação Interdisciplinar.


4-Viagem Didática:

O curso contempla em sua matriz curricular a disciplina Viagem Didática para o conhecimento de obras arquitetônicas, de conjuntos históricos, de exemplares de cidades e regiões mais significativos localizados em território nacional. Nesta disciplina a seleção se relaciona a regiões que contemplem uma capital ou centro regional representativo e sua região próxima. A viagem é organizada pelos professores responsáveis em conjunto com os alunos e a instituição fornece uma ajuda de custo para o transporte e diárias dos professores. Esta disciplina possibilita ao aluno vivenciar o conteúdo didático pedagógico ministrado no curso e tem como objetivo alimentar o interesse ao conhecimento da paisagem construída e natural relacionando-a com seu contexto social, político, econômico e cultural presente.

 

COORDENAÇÃO

Profª Drª Adriana Leal de Almeida Freire
Arquiteta e Urbanista formada pela UFPB (2007), possui Doutorado em Ciências pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo da USP São Carlos (2015) e Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Engenharia de São Carlos (2010).

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5565439174653434

E-mail: arquitetura@unicep.com.br
Fone: 16 3362.2111 ramal 2181


ÁREA DE ATUAÇÃO

O Curso de ARQUITETURA E URBANISMO da UNICEP, Centro Universitário Central Paulista, visa formar profissionais aptos a compreender e traduzir as necessidades humanas no que concerne a organização, construção e a recuperação do espaço da edificação, da cidade, do paisagismo e do patrimônio histórico, sem alterar o equilíbrio do ambiente natural e com o uso racional dos recursos disponíveis. Para tanto, o curso é constituído por quatro áreas de conhecimento: a principal delas, em que são ensinados os fundamentos e a prática de projeto arquitetônico, paisagístico e urbanístico; teoria e história da arquitetura, da cidade e do paisagismo; tecnologia das construções; linguagem e representação.

A formação é de um profissional generalista, habilitado a empregar seus conhecimentos de forma responsável e crítica na formulação de propostas, com soluções técnicas e estéticas apropriadas para o espaço construído nas suas diversas escalas.

O arquiteto e urbanista atua nos vários setores da Construção Civil, em escritórios de projetos, construtoras e empresas de consultorias.

Os produtos são projetos para edificações (habitação, escola, comércio e serviços, indústrias, etc.), para paisagismo ou para intervenções urbanas. No Setor Público, pode trabalhar em Secretarias de Obras, de Habitação, de Planejamento Urbano, etc., ingressando através de concursos públicos ou como prestador de serviço. Desenvolve atividades associadas ao Design de objetos, de mobiliário e de configuração de ambientes. Após realizar pós-graduação, pode dedicar-se ao desenvolvimento de ensino superior e pesquisa.

 

LABORATÓRIOS

LABORATÓRIOS GERAIS

A UNICEP possui diversos laboratórios de uso comum a vários cursos da instituição. Dentre eles destacamos os nove laboratórios de informática, localizados no Bloco A5 do Campus II, com livre acesso no período das 08hs às 22hs30 durante a semana e no sábado, das 08hs às 18hs.

Estes laboratórios são amplos, com dimensões que vão de 73 a 101 m2. São 233 computadores distribuídos nos nove laboratórios em questão, sendo que dois possuem o programa AUTOCAD.

A estrutura de servidores está configurada com dois computadores como servidores dos seguintes serviços: Servidor de arquivos, FTP, Internet, Firewall e Wireless. Todos os servidores estão equipados com Sistema Operacional Linux.

Esses laboratórios, juntamente com o Laboratório de Projeto, Imagem e Multimídia do curso que possui 30 computadores, atendem plenamente os alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo, garantindo acesso a diversos sites de pesquisa. As disciplinas de Trabalho de Graduação Interdisciplinar I e II também podem utilizar tais laboratórios.

A atualização tecnológica dos laboratórios é constante em função das frequentes mudanças tecnológicas que a informática vem sofrendo. É meta da Instituição oferecer o melhor corpo docente e técnico aos alunos. Sendo assim, é primordial que os laboratórios estejam sempre equipados com as máquinas mais modernas, para que elas possam executar com eficiência os softwares exigidos pelo mercado de trabalho aos alunos do curso.


LABORATÓRIOS ESPECÍFICOS

Para atender o Curso de Arquitetura e Urbanismo a instituição disponibiliza os seguintes Laboratórios específicos, descritos a seguir:


1- Laboratório de Projetos, Imagens e Multimídia: ocupa uma sala de 101 m2 no Bloco A6 do Campus II da UNICEP. Está equipada com 30 computadores instalados em bancadas que podem atender o mesmo número de alunos. Neste laboratório são ministradas as aulas das disciplinas de Desenho Automatizado e Grafias Automatizadas, onde os alunos aprendem a trabalhar com os diversos programas gráficos de tratamento de imagem e de projeto. Nos computadores estão instalados os seguintes programas: AutoCAD 2012, Sketchup8, CorelDraw X5 e Photoshop 7.0. O número de alunos da turma nunca ultrapassa o número de computadores do laboratório. Possui um aparelho de data-show fixo, um quadro branco, uma impressora HP Officejet 7110 (A3), um scanner HP Scanjet, ar condicionado e duas mapotecas”.

2- Laboratório de Conforto Ambiental (LABCON): ocupa uma sala de 45 m² no Bloco C2. Conta com armários para guarda de equipamentos, mesa com computador e impressora, espaço para o helioscópio, espaço para guarda de modelos em escala reduzida, bancada com pia, um retroprojetor, um data-show, mesas com cadeiras e quadro branco para aulas práticas e para desenvolvimento de atividades experimentais em geral. O laboratório faz uso de softwares livres específicos para simulação das condições de iluminação: analysis 1.5, daylight,lumini, lumen designer, luz do sol, meteonorm, scketchup e proLux. A seguir estão relacionados os equipamentos existentes no laboratório de conforto ambiental, separados por suas especificidades: Térmica: Termômetro digital de contato; Bússolas; Termômetro de globo; Termo-Hygrometro com relógio; Multímetro digital; Termômetro para medição de temperatura superficial por contato; Medidor e registrador contínuo de temperatura e umidade relativa; Psicrômetro digital; Termômetro máxima e mínima; Anemômetro digital; Termo-Anemômetro digital; ventilador; Mini estação metereológica; Insolação: Simulador de trajetórias aparentes do sol (helioscópio); Acústica:Decibelímetros digitais; Osciloscópio; Cronometro digital; Iluminação: Medidores de nível de iluminação (luxímetros digitais) 0 - 100.000 lux;

3- Laboratório de Maquetes e Modelos: está instalado em uma área de 120 m² (Bloco C2) com todo maquinário e equipamento necessário para a construção de maquetes e modelos. Possui sete bancadas (80 x 300 cm) de granito com pés metálicos, duas bancadas com pias e uma bancada de marceneiro com morsa. As máquinas instaladas são as seguintes: um torno elétrico para madeira; uma lixadeira mista; uma plaina desempenadeira; uma serra de fita para madeira com volante de 400 mm; uma serra circular de mesa; um esmeril de bancada; um compressor com reservatório de 7,5 litros; uma estufa elétrica com termostato; uma furadeira de bancada. Além das máquinas estacionárias, o laboratório possui uma série de ferramentas manuais.Este Laboratório atende as várias disciplinas de todos os períodos.

4- Laboratório de Tecnologia da Construção e Materiais (LABTEC): está instalado em uma área de 45 m² (Bloco C2), ao lado do Laboratório de Maquetes e Modelos. Este laboratório abriga todos os equipamentos e ferramentas básicas que são encontrados em um canteiro de obras convencional. Conta também com equipamentos de proteção e equipamentos elétricos. A sala ainda é equipada com uma bancada com pia, quadro branco e retroprojetor para transparências. Todos estes equipamentos e ferramentas são também utilizados no Canteiro Experimental.

 

Para atender ao seu desenvolvimento, o Curso de Arquitetura e Urbanismo conta com com uma biblioteca dotada com terminais de consulta e acervo informatizado, disponibilizados 24 horas para consulta através de conexão à internet, pelo site: www.unicep.edu.br (Serviços Biblioteca). O acervo pode ser consultado por título, autor, assunto e até mesmo através de palavras-chave. Além disso, a biblioteca oferece serviços como: orientação ao uso da base de dados; orientação na localização do acervo; empréstimos e devolução; empréstimos entre bibliotecas; cabines de estudos individuais; videoteca; apoio na elaboração de trabalhos acadêmicos, e acesso a serviço de cópias na instituição.A biblioteca obedece ao seguinte horário de funcionamento: de segunda à sexta-feira das 07h às 22h e aos sábados das 08h às 17h.

 

PERFIL PROFISSIONAL

A proposta pedagógica do curso é a formação de profissionais generalistas, enfatizando a atividade projetual e construtiva, capazes de compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação à concepção, à organização e à construção do espaço interior e exterior, abrangendo o urbanismo, a edificação, o paisagismo, bem como a conservação e a valorização do patrimônio construído, a proteção do equilíbrio do ambiente natural e a utilização racional dos recursos disponíveis.

Segundo Resolução Nº02 do Ministério da Educação/CNE/CES de 17 de junho de 2010, o curso pretende possibilitar formação profissional que releve as seguintes competência e habilidades:

  • o conhecimento dos aspectos antropológicos, sociológicos e econômicos relevantes e de todo o espectro de necessidades, aspirações e expectativas individuais e coletivas quanto ao ambiente construído;
  • a compreensão das questões que informam as ações de preservação da paisagem e de avaliação dos impactos no meio ambiente, com vistas ao equilíbrio ecológico e ao desenvolvimento sustentável;
  • as habilidades necessárias para conceber projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo e para realizar construções, considerando os fatores de custo, de durabilidade, de manutenção e de especificações, bem como os regulamentos legais, e de modo a satisfazer as exigências culturais, econômicas, estéticas, técnicas, ambientais e de acessibilidade dos usuários;
  • o conhecimento da história das artes e da estética, suscetível de influenciar a qualidade da concepção e da prática de arquitetura, urbanismo e paisagismo;
  • os conhecimentos de teoria e de história da arquitetura, do urbanismo e do paisagismo, considerando sua produção no contexto social, cultural, político e econômico e tendo como objetivo a reflexão crítica e a pesquisa;
  • o domínio de técnicas e metodologias de pesquisa em planejamento urbano e regional, urbanismo e desenho urbano, bem como a compreensão dos sistemas de infra-estrutura e de trânsito, necessários para a concepção de estudos, análises e planos de intervenção no espaço urbano, metropolitano e regional;
  • os conhecimentos especializados para o emprego adequado e econômico dos materiais de construção e das técnicas e sistemas construtivos, para a definição de instalações e equipamentos prediais, para a organização de obras e canteiros e para a implantação de infra-estrutura urbana;
  • a compreensão dos sistemas estruturais e o domínio da concepção e do projeto estrutural, tendo por fundamento os estudos de resistência dos materiais, estabilidade das construções e fundações;
  • o entendimento das condições climáticas, acústicas, lumínicas e energéticas e o domínio das técnicas apropriadas a elas associadas;
  • as práticas projetuais e as soluções tecnológicas para a preservação, conservação, restauração, reconstrução, reabilitação e reutilização de edificações, conjuntos e cidades;
  • as habilidades de desenho e o domínio da geometria, de suas aplicações e de outros meios de expressão e representação, tais como perspectiva, modelagem, maquetes, modelos e imagens virtuais;
  • o conhecimento dos instrumentais de informática para tratamento de informações e representação aplicada à arquitetura, ao urbanismo, ao paisagismo e ao planejamento urbano e regional;
  • a habilidade na elaboração e instrumental na feitura e interpretação de levantamentos topográficos, com a utilização de aero-fotogrametria, foto-interpretação e sensoriamento remoto, necessários na realização de projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo e no planejamento urbano e regional.

 

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO

O curso de Arquitetura e Urbanismo está estruturado em quatro sequências de disciplinas: Teoria e História; Projeto; Construção e Tecnologia; Linguagem e Representação. As disciplinas de cada sequência são as seguintes:

Teoria e História: Arquitetura, Linguagem e Teoria; Arquitetura e Sociedade; Estética e História da Arte; Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo I; Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo II; Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo III; Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo IV; Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo V; Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo VI; Patrimônio Histórico e Técnicas Retrospectivas; Planejamento Urbano e Regional; Planejamento Habitacional.

Projeto: Introdução ao Projeto Arquitetônico; Projeto Arquitetônico I; Projeto Arquitetônico II; Projeto Arquitetônico III; Projeto Arquitetônico IV; Projeto Arquitetônico e Urbanístico I; Projeto Arquitetônico e Urbanístico II; Projeto Arquitetônico e Urbanístico III; Projeto Arquitetônico e Urbanístico IV; Projeto Arquitetônico e Urbanístico V; Arquitetura e Paisagem; Cidade e Paisagem; Configurações do Espaço e do Objeto.

Construção e Tecnologia: Sistemas Estruturais I; Sistemas Estruturais II; Sistemas Estruturais III; Materiais Construtivos; Instalações Prediais I; Instalações Prediais II; Conforto Ambiental I; Conforto Ambiental II; Laboratório de Conforto Ambiental I; Laboratório de Conforto Ambiental II; Tecnologia das Construções I; Tecnologia das Construções II; Tecnologia das Construções III; Tecnologia das Construções IV: Canteiro de Obras; Laboratório de tecnologia das construções I; Laboratório de tecnologia das construções II.

Linguagem e Representação: Desenho Livre; Desenho Arquitetônico; Matéria e Memória; Matéria e Estrutura; Desenho Automatizado I; Desenho Automatizado II; Grafias Automatizadas I; Grafias Automatizadas II.

A matriz curricular contempla também as disciplinas: Viagem Didática, no 4º período do Curso, Pré-Trabalho de Graduação Interdisciplinar no 8º período, e Trabalho de Graduação Interdisciplinar I e II, no 9º e 10º períodos, respectivamente.

O curso foi concebido de maneira que ocorra a interdisciplinaridade de maneira gradual. O primeiro ano do curso é composto por disciplinas introdutórias, de nivelamento e de fundamentação, onde o nível de interdisciplinaridade é pequeno. O segundo ano contém disciplinas da seqüência de Construção e Tecnologia cujos conteúdos já são exigidos nas disciplinas de Projeto Arquitetônico e alguns dos produtos são comuns entre as disciplinas. No terceiro ano, o aluno é estimulado a usar as questões de Construção e Tecnologia, que serão exigidas nos produtos da seqüência de Projeto. Neste momento, ele já deve ter domínio sobre um amplo conjunto de questões da Linguagem e Representação. No quarto ano, dentro do conceito de complexidade crescente, o aluno se depara com a intervenção na escala da cidade. Neste momento, ele já deve ter domínio sobre um amplo conjunto de questões da Construção e Tecnologia, da Teoria e História. O Trabalho de Graduação Interdisciplinar no quinto ano consiste na efetivação da interdisciplinaridade dentro do Curso de Arquitetura e Urbanismo.

Ressalta-se que a seqüência de Linguagem e Representação é inteiramente integrada com a seqüência de Projeto. No início do curso o aluno é estimulado a elaborar idéias através de croquis, momento fundamental do aprendizado nesta área. Ao longo do curso, é exigido do aluno que a representação dos projetos seja realizada de acordo com o conteúdo das disciplinas de Linguagem e Representação, inclusive no momento da entrada do desenho automatizado. As disciplinas de Teoria e História, formadoras de um repertório crítico sobre a produção arquitetônica, sobre a cidade e seu planejamento, permeiam toda a produção de projetos ao longo do curso. O aluno deve apresentar as questões teóricas e históricas que envolvem seus produtos do primeiro ao quinto ano.

Grade Vigente do Curso;


ESTÁGIO SUPERVISIONADO

O Estágio Supervisionado é atividade obrigatória segundo as Diretrizes Curriculares do Curso de Arquitetura e Urbanismo, Resolução Nº02 do Ministério da Educação/CNE/CES de 17 de junho de 2010.

O curso de Arquitetura e Urbanismo contempla duas modalidades de Estágio:

  • O estágio não-obrigatório é aquele desenvolvido como atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória; nesta modalidade a carga horária máxima é de 30 horas semanais. Este estágio pode contar como carga horária para Atividades Complementares.
  • O estágio obrigatório, atendendo à Resolução nº. 2 do Ministério da Educação/CNE/CES, de 17 de fevereiro de 2010, no qual o aluno deverá passar por avaliação dentro da disciplina Estágio Supervisionado e cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Nesta modalidade a jornada de trabalho não deverá ultrapassar 6 horas diárias e 30 horas semanais, atendendo à Lei 11.788 de 25 de setembro de 2008.

 

Todas as atividades de estágio são formalizadas através do Termo de Compromisso de Estágio e de Convênios firmados entre a Instituição de Ensino e a Empresa/profissional onde será realizado o estágio.

O Estágio Supervisionado tem como objetivo: assegurar o contato do aluno com a realidade do exercício profissional em situações e contextos específicos; promover o contato antecipado do aluno com o mercado de trabalho; estimular o progresso das atividades de conhecimento entre o saber acadêmico e a prática profissional; promover parcerias de projetos de pesquisa, extensão e outros serviços entre a UNICEP e as instituições públicas, comunidade e empresas privadas.

Existe um Regulamento de Estágio que define: carga horária; atribuições do orientador do Estágio Supervisionado; campos de estágio; atribuições do estagiário, do coordenador e do conselho do curso. Conforme este Regulamento o aluno pode desenvolver o estágio através de atividades práticas junto a escritórios de projetos, instituições públicas e empresas privadas, onde o discente tem oportunidade de participar efetivamente da experiência profissional, colaborando na realização de trabalhos executados sob a orientação e responsabilidade de profissionais legalmente habilitados.


Termo de Compromisso de Estágio Supervisionado.

 

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

As Atividades Complementares são parte integrante das Diretrizes Curriculares, contidas na Resolução Nº02 do Ministério da Educação/CNE/CES de 17 de junho de 2010. Algumas modalidades previstas: Disciplinas Extracurriculares; Disciplinas cursadas em outras instituições; Seminários, Simpósios, Congressos, Conferências, Cursos e Palestras no Centro Universitário Central Paulista ou em outras instituições; Projetos de pesquisa, Iniciação Científica e Monitoria; Viagens didáticas - organizadas pelo curso ou outras entidades; Publicações - publicações variadas em diferentes modalidades; Trabalhos interdisciplinares.

As Atividades Curriculares constantes da matriz curricular do PPC estão previstas 396 horas-aula de Atividades Complementares. Estão devidamente regulamentadas e implementadas no âmbito do curso pelo Regulamento das Atividades Complementares do Curso de Arquitetura e Urbanismo.


TABELA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES;

FICHA SEMESTRAL DE CONTROLE DE AC;

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES;

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO EXTRACURRICULAR.

 

TRABALHO DE GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR

O Trabalho de Graduação Interdisciplinar (TGI) do Curso de Arquitetura e Urbanismo consiste no desenvolvimento, por parte do aluno, de um trabalho teórico-prático elaborado individualmente, sobre tema de sua livre escolha. Este trabalho deve ser apresentado através de proposta de projeto arquitetônico, urbanístico ou paisagístico. O TGI é componente curricular obrigatório e tem a finalidade de avaliar o nível de qualificação dos formandos, no que diz respeito às atribuições para o exercício da profissão.

Os objetivos do TGI são: que o aluno demonstre o domínio sobre os conhecimentos essenciais desenvolvidos ao longo do curso; que expresse aptidão em abordar temáticas que contemplem as questões relativas ao ambiente construído, à paisagem, ao urbanismo, ao projeto de edificação, a estética e história da arquitetura, às técnicas construtivas e às tecnologias; que considere a escala da edificação e da cidade; que apresente um aporte teórico coerente com a proposta a ser desenvolvida.

O processo de desenvolvimento do TGI é composto por três etapas, que se iniciam no oitavo período do curso com a disciplina Pré-Trabalho de Graduação Interdisciplinar (Pré-TGI). Nesta, o aluno deve desenvolver e apresentar uma monografia que discorra sobre: o problema proposto, pesquisa na área e temática propostas, objetivos, justificativas, objeto de estudo e sua abrangência, proposta de programa de necessidades relativo ao tema, bem como, ensaios e estudos preliminares desenvolvidos através de desenhos. Esta etapa será avaliada pelo professor da disciplina de Pré-TGI.

Na segunda etapa, Trabalho de Graduação Interdisciplinar I, com conclusão prevista para o fim do nono período, o aluno deve apresentar, considerando o objeto de estudo e sua delimitação, produtos parciais e finais esperados: planos de massa, volumetria, circulação e funções, coerência da proposta no que diz respeito ao entorno imediato, suas articulações espaciais e as relações com o programa e tema propostos; legislação e especificações de acordo com tema e área de implantação.

Na terceira e última etapa desenvolvida no décimo período, o TGI II, o aluno desenvolverá a etapa anterior:

  • Orientação dos trabalhos: O acompanhamento dos trabalhos é efetuado através de orientações por docentes da comissão de TGI, que consiste na apresentação do desenvolvimento do projeto pelo aluno para o professor e na participação ativa por meio de críticas e comentários dos demais alunos. Quando não estiver participando do seminário ou orientação, o aluno deve desenvolver o trabalho na sala de aula-atelier. Para subsidiar o projeto são dadas aulas expositivas sobre o tema, complementadas por orientações livres nos ateliers.
  • Método de Avaliação: O TGI II é a realização das metas previstas no TGI I e a conclusão do trabalho proposto. A avaliação dos trabalhos é feita por meio de uma Banca Examinadora, formada por no mínimo três membros docentes - dois professores orientadores, e um docente externo.
  • Bancas Examinadoras Intermediárias: em data pré-determinada são realizadas bancas intermediárias de avaliação dos trabalhos de TGI.
  • Ficha de Avaliação da Banca Intermediária: Os membros das bancas intermediárias entregam uma ficha de avaliação ao Coordenador de TGI, devidamente preenchida e assinada por todos os membros da Banca Examinadora até uma semana após a realização das bancas. Deverá constar desta ficha: comentários sobre o trabalho apresentado; sugestões e recomendações para o seu desenvolvimento; e os itens/formato do documento a ser entregue a banca ate 07 dias antes da Banca Final.
  • Exposição dos trabalhos – Entrega de Prancha Síntese: O aluno deve entregar a Coordenação de TGI uma prancha síntese em formato A1, diagramada no sentido horizontal (paisagem), para exposição no local das Bancas Finais ao longo da semana a elas dedicada.


REGULAMENTO DE TGI

Você também pode!

Possibilita que o aluno financie seu curso SEM JUROS! Pagando metade do valor das mensalidades enquanto estuda, e a outra metade depois que se formar.

Programa do MEC destinado a financiar a graduação no Ensino Superior de estudantes que não têm condições de arcar com os custos de sua formação, regularmente matriculados em instituições particulares cadastradas no Programa e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. *Exceto Curso de Odontologia.

Tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais, a estudantes de cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. *Exceto Curso de Odontologia.

Programa do Governo do Estado de São Paulo, que concede bolsa integral a alunos matriculados nas IES em troca de trabalho nas escolas estaduais aos finais de semana. *Exceto Curso de Odontologia.

O programa visa a apoiar os alunos que apresentam carência sócio-econômica e disponibilidade para prestar serviços em diversos setores da instituição. O aluno recebe uma bolsa estudo/estágio na UNICEP, sem prejuízo de suas atividades acadêmicas. O termo de compromisso é válido por seis meses, podendo ser renovado de acordo com a indicação e/ou solicitação do setor assistido. *Exceto Curso de Odontologia.

Desconto concedido a alunos com um ou mais irmãos ou parentes de 1º Grau ou cônjuges, matriculados na Instituição, desde que o pagamento da mensalidade seja efetuado até a data do vencimento. *Exceto Curso de Odontologia.

Seleção por meio de prova elaborada por professor da área. O aluno com o melhor aproveitamento na prova é selecionado para dar monitoria na disciplina, cumprindo uma carga horária de 10 horas semanais. (Exigência: o aluno deve ter cursado e sido aprovado na disciplina). *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP mantém convênio com várias empresas e órgãos públicos da região com intuito de beneficiar os colaboradores e funcionários de tais instituições concedendo descontos nas mensalidades. Consulte-nos para saber se a empresa ou órgão público em que trabalha possui convênio conosco e aproveite esta oportunidade. *Exceto Curso de Odontologia.

TRANSFERÊNCIA: Você que está estudando em outra instituição de ensino superior e está em dia com suas mensalidades, tem a possibilidade de transferir seu curso para UNICEP pagando o mesmo valor que está pagando na outra IES ou obter desconto de até 30% nas mensalidades. (sujeito à análise de vagas, documentação acadêmica e comprovação do valor da mensalidade). *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP concede bolsas parciais de 50% de desconto para alunos graduados em universidades públicas e para egressos da própria UNICEP e, de 30% para egressos de outras instituições de ensino superior privadas, que desejarem cursar sua 2ª graduação conosco. (Válidos para ingressantes em 2017). *Exceto Curso de Odontologia.

Será concedido automaticamente desconto nas mensalidades até o final do curso para os alunos que se matricularem em cursos superiores relacionados pela UNICEP no início de cada ano, de acordo com demandas específicas. Caso tenha interesse, entre em contato conosco e obtenha a relação dos cursos e descontos previstos. *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP concede desconto de até 40% para alunos que participam de competições esportivas, de âmbito nacional, profissionalmente (Federados - mediante comprovação). *Exceto Curso de Odontologia.

 

SETOR DE RELACIONAMENTO DISCENTE


Esgotadas todas as possibilidades citadas acima, o SETOR DE RELACIONAMENTO DISCENTE, após receber as solicitações de desconto, considerando a carência econômica e o desempenho acadêmico do aluno realiza uma análise e apresenta parecer para a Mantenedora, que poderá conceder descontos no valor da mensalidade de até 30%. Semestralmente a UNICEP fixará edital com a quantidade de bolsas parciais a serem concedidas, de acordo com os cursos e turmas em andamento, bem como cronograma estabelecido para o processo de concessão.
Para renovação do benefício o aluno não poderá ter qualquer dependência acadêmica.

OBS.: Os benefícios não são cumulativos. Preponderará o maior desconto.

Para maiores informações:

Setor de Relacionamento Discente
Telefone: (16) 3362-2111 ramal 2118
Secretaria