O CURSO



Focado na formação cidadã e profissional do aluno, com base em um projeto pedagógico moderno e coerente com a realidade da sociedade brasileira, o curso de Direito da UNICEP tem duração de 5 anos, divididos em 10 períodos semestrais.

Ao bacharel em direito existem muitas possibilidades profissionais, como a advocacia, magistratura, ministério público, delegado, defensoria pública e procuradoria, lembrando que o acesso às carreiras públicas dá-se por meio de concurso público.


Dados Legais

  • Renovação do Reconhecimento pela Portaria nº 265 de 03/04/2017, Publicado no D.O.U, nº 65, página 45 Seção I em 04/04/2017.

  • Duração: 10 semestres, com integralização entre 10 e 20 semestres.

  • Número de vagas: 40 vagas para o período matutino e 60 vagas para o período noturno.

  • Corpo Docente: O Curso conta com 17 (dezessete) docentes, assim distribuídos: 41,2% são doutores; 41,2% de mestres e 16,6% são especialistas.


Dados Gerais

A evolução das matrizes curriculares do Curso é consentânea às transformações pelas quais a ciência do direito e a legislação têm passado nos últimos anos, em especial as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Bacharelado em Direito (Resolução CNE/CES nº 9/2004), a Resolução CONAES nº 1, de 17/06/2010, a Resolução CNE/CES nº 2/2007 e as legislações relativas à inserção da disciplina libras (Decreto nº 5.626/2005), às políticas de educação ambiental (Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999 e Decreto nº 4.281 de 25, de junho de 2002), às Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Indígena (Lei n° 11.645, de 10/03/2008 e Resolução CNE/CP nº 01, de 17 de junho de 2004).


Objetivos

O Curso tem por objetivos a formação de profissionais qualificados para o exercício das atividades jurídicas, pautados em:

  • Proporcionar o compromisso ético pautado nos direitos humanos, na democracia, no pluralismo e na cidadania;

  • Priorizar a pacificação social por meio de aplicação dos meios alternativos de resolução de conflitos;

  • Privilegiar a participação do discente como parte integrante no processo ensino-aprendizagem;

  • Flexibilizar o ensino do direito pela permanente discussão da matriz curricular e seus conteúdos;

  • Aplicar a interdisciplinaridade e a complexidade para a compreensão teórica e prática do direito;

  • Integrar e aperfeiçoar continuadamente o trinômio ensino, pesquisa e extensão;

  • Capacitar o discente para um sólido saber jurídico crítico (teórico e prático) e historicizado, exercitado por meio de práticas transformadoras, construtivas e criativas do Direito.