O CURSO



Ato Renovação do Reconhecimento: Portaria nº148 de 15/fevereiro/2007 - D.O.U. nº34 de 16/fevereiro/2007

Diurno: mínimo 09 semestres (04 anos e seis meses) e máximo 18 semestres (9 anos)
Noturno: mínimo 10 semestres (05 anos) e máximo 20 semestres (10 anos)

CPC: 2.327 (faixa 3) (2011)
IGC: 3.04 (faixa 4) (2011)

DADOS GERAIS

Engenharia de computação é uma das áreas das ciências exatas e tecnológicas que se dedica a estudar, desenvolver e implementar aplicações de hardware e software de computadores. Esta área é constituída de subáreas, tais como:

  • Programação de Computadores,

  • Engenharia de Software,

  • Software de Sistemas,

  • Eletrotécnica e Eletrônica,

  • Organização de Computadores,

  • Controle e Automação,

  • Processamento Digital de Imagens.


O curso de engenharia de computação do Unicep foi proposto para formar profissionais com competências para cursar pós-graduação, trabalhar em empresas e indústrias de alta tecnologia em geral, tanto do setor publico quanto do setor privado.

Por essa razão, este curso possui um núcleo consistente de disciplinas que estabelecem fundamentos aos estudantes que terão, ao se formar, condições para o entendimento das descobertas e inovações que ocorrem nas fronteiras do conhecimento.


OBJETIVOS



O curso de engenharia de computação tem como objetivo geral a formação de profissionais com uma formação básica consistente e amplo espectro de atuação, com atenção constante sobre o estado da arte das diversas áreas da engenharia de computação.

O curso de engenharia de computação do Unicep foi proposto com o objetivo de atender a uma demanda crescente por profissionais especializados a fim de suprir as necessidades específicas das indústrias e empresas da cidade de São Carlos e região.


COMPETÊNCIAS E HABILIDADES



O curso de engenharia de computação do Unicep compreende conteúdos e atividades que constituem base consistente para a formação de um profissional capaz de atender ao perfil descrito acima. Assim sendo, tem como objetivo desenvolver, nos seus alunos, as seguintes habilidades e competências:

  • Dominar conhecimentos em Matemática, Física, Eletrônica, Computação e Automação para aplicá-los na solução de problemas em engenharia.

  • Avaliar a viabilidade econômica, bem como o impacto social e ambiental de projetos na área de engenharia.

  • Capacidade de utilizar conhecimentos em ciências exatas e nas modernas tecnologias de informação no apoio à construção de soluções, produtos e serviços seguros, confiáveis e de relevância à sociedade.

  • Capacidade de atuar em equipes multidisciplinares, com espírito de cooperação, cordialidade e liderança.

  • Capacidade de entender e interagir com o ambiente em que os produtos e serviços por ele projetados ou construídos irão operar.

  • Disposição em aceitar a responsabilidade pela correção, precisão, confiabilidade, qualidade e segurança de seus projetos e implementações.

  • Competência para identificar, modelar e resolver problemas em engenharia, em especial, dentro de sua área específica de atuação.

  • Visão global dos processos, com capacidade de projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados.

  • Expressar-se escrita e oralmente com clareza e precisão.

  • Assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

  • Preservar, difundir e desenvolver valores éticos ao futuro engenheiro.



PERFIL PROFISSIONAL DOS EGRESSOS



O perfil do aluno formado em engenharia de computação compreende um conjunto diversificado de competências e habilidades que o tornam um profissional capaz de identificar e resolver problemas na área de engenharia com uma visão ética e humanística.

O engenheiro de computação formado pelo Unicep terá formação nas áreas básicas de Cálculo e Física, além de uma abrangente formação profissional nas áreas profissionalizantes da engenharia de computação que permitirá sua atuação nas áreas de programação de computadores, engenharia de software, software de sistemas (tais como sistemas operacionais, firmware, redes de computadores), projeto de dispositivos eletrônicos digitais e sistemas digitais (hardware), aplicação de técnicas de processamento de imagens, controle e automação.


CONTEÚDOS CURRICULARES



Seguindo a Resolução CNE/CES 11, de 11 de março de 2002, o curso de Engenharia de computação do UNICEP tem em seu currículo um núcleo de disciplinas básicas, um núcleo de disciplinas profissionalizantes e um núcleo de disciplinas específicas. O núcleo de disciplinas básicas contém cerca de 30% da carga horária do curso. O restante da carga horária é dividido entre os núcleos profissionalizante, específico, disciplinas das áreas humanistas, Estágio Supervisionado obrigatório e Atividades Complementares (AC).






As disciplinas da área humanista compreendem aproximadamente 5% da carga horária do curso. O Estágio Supervisionado é considerado uma disciplina do curso e os estágios extra-curriculares são considerados Atividades Complementares. No curso de Engenharia de Computação, as Atividades Complementares (AC) totalizam aproximadamente 2% da carga horária total da grade curso. Já o Estágio Supervisionado totaliza aproximadamente 5% da carga horária da grade.


Grade Vigente do Curso


ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO



O planejamento do currículo do curso de Engenharia de computação do Centro Universitário Central Paulista foi elaborado de forma a atender ao objetivo de capacitar o profissional segundo o perfil e as diretrizes curriculares para os cursos de engenharia. Esse currículo contempla conteúdos voltados para os diferentes campos de atuação profissional de forma a promover o desenvolvimento de conhecimentos e garantir ao futuro engenheiro as competências propostas.

Nos quatro primeiros períodos da estrutura curricular do curso, são ministradas disciplinas de formação básica tais como matemática, cálculo, física e administração. Este período constitui o ciclo básico das engenharias, sendo que o primeiro período contempla disciplinas para melhor adaptação de conceitos matemáticos fundamentais. Após este período, o estudante terá contato com as disciplinas do ciclo profissionalizantes e específicas das diversas áreas do curso.

Dentro da área específica de programação de computadores, o aluno terá formação em lógica e construção de algorítmos, programação estruturada e estruturas de dados. Dentro da área específica de engenharia de software, o formando terá conhecimentos sobre modelagem de sistemas e dados, orientação ao objeto, análise e projeto de desenvolvimento de software, ambientes de desenvolvimento de software, desenvolvimento para o ambiente web e para dispositivos móveis e embarcados. Já na área específica de software de sistemas, o formando terá conhecimento em sistemas operacionais de uso geral, específicos e embarcados, redes de computadores e protocolos de comunicação, sistemas distribuídos, bem como conhecimentos sobre suas aplicações no comércio e na industria. E na área específica de eletrônica e sistemas digitais, o aluno terá sólidos conhecimentos em hardware: lógica e circuitos digitais, arquitetura e organização de computadores, microprocessadores e microcontroladores, programação em linguagem assembly e software de sistemas de controle e embarcados. Complementando a formação ainda dentro da especificidade do curso, o formando terá uma formação sobre a aplicação da teoria de controle e automação em aplicações industriais, dominando diversas tecnologias nas áreas de controle digital, análise de sinais, processamento de imagens, automações, redes industriais e robótica.


OUTRAS INFORMAÇÕES



De acordo com o RUF – Ranking Universitário Folha – 2013, o curso de Engenharia de Computação do Unicep foi classificado em 13º lugar entre 143 instituições de ensino superior particulares do estado de São Paulo e em 35º lugar entre 469 instituições de ensino superior particulares de todo o Brasil.


INFRAESTRUTURA DO CURSO



O curso conta com a seguinte infraestrutura:

  • Salas de aula expositiva

  • Laboratórios de informática

  • Laboratórios de Física

  • Laboratórios de Química

  • Laboratórios das áreas profissionalizantes e específicos