Manutenção de Aeronaves

O CURSO

 

Dados Gerais

a) Tipo: Tecnólogo;

b) Modalidade: Presencial;

c) Local da Oferta: Rua Miguel Petroni, 5111, em São Carlos/SP;

d) Carga Horária Total do Curso em horas de 60 minutos: 2.400 horas;

e) Turno Diurno: N/A

f) Turno Noturno: 60 vagas por ano. Tempo mínimo para integração: 06 semestres. Tempo máximo para integração: 12 semestres;

g) Número total de vagas: 60 vagas por ano.

 

Dados Legais

Autorização: Resolução COSEPE n° 001/2007, de 13/07/2007.

Reconhecimento: Portaria MEC n° 39, de 19/04/2012, publicado no Diário Oficial da União n° 77, Seção 1, página 20, em 20/04/2012.

Homologação pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC): Portaria ANAC n° 1737/SSO, de 30/08/2012, homologa o curso de Mecânico de Manutenção Aeronáutica Habilitações Célula, Grupo Motopropulsor e Aviônicos do UNICEP, publicada no Diário Oficial da União n° 170, Seção 1, página 23, em 31/08/2012.

 

Sobre o Curso

O Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves do Centro Universitário Central Paulista foi inicialmente proposto com o intuito de atender a procura crescente por profissionais especializados, pois a demanda por aeronaves, especialmente aviões e helicópteros, além de equipamentos correlatos, tem aumentado no mundo todo. Esta perspectiva tende a aumentar com o passar dos anos, devido à obsolescência das aeronaves e suas conseqüentes renovações, como também pelo progressivo aumento da procura por essa modalidade de transporte.

O Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves prepara os alunos para trabalhar em aeroportos, empresas de manutenção aeronáutica ou companhias aéreas, operar os serviços de manutenção de equipamentos aeronáuticos e gerenciar equipes de manutenção, como mecânicos aeronáuticos nas três áreas de habilitação: célula, motores e aviônica; atendendo às novas tendências e demandas do mercado.

O pioneirismo e a qualidade dos cursos da instituição foram comprovados com a avaliação de grandes órgãos: o curso é reconhecido pelo MEC, tem registro no CREA e é homologado pela ANAC nas habilitações de Célula, GMP e Aviônicos.

O reconhecimento do MEC, Ministério da Educação, possibilita carreira acadêmica ou profissional em nível, assumindo cargos de maior responsabilidade, e também a possibilidade de obter o CREA, que atesta ao profissional participar mais ativamente de processos e projetos.

Já a ANAC, como agência nacional reguladora do setor aeronáutico, possibilita ao profissional maior gama de possibilidades no mercado de trabalho, por exemplo, o curso da UNICEP permite que os profissionais formados pela instituição prestem provas junto à ANAC para obtenção de três carteiras, que habilitam o profissional para atuar em todas as áreas de manutenção dentro de uma oficina, podendo seguir todas as normas e instruções nacionais e internacionais exigidas pelas empresas.

 

OBJETIVOS DO CURSO

Gerais: Formar profissionais, de nível superior, nas técnicas e práticas necessárias à correta aplicação de conhecimentos/habilidades necessários ao desenvolvimento das práticas de manutenção de aeronaves da Aviação Civil Brasileira.

Específicos: O curso preparará o aluno para fazer parte do cenário aeronáutico brasileiro, para tanto, busca-se formar um profissional especialista, fundamentado teórico-metodologicamente em campos de estudos que os capacitem para liderar equipes de manutenção e de homologação de projetos; planejar serviços e programar atividades; gerenciar oficinas de reparos; supervisionar serviços; administrar e gerenciar recursos; desenvolver produtos aeronáuticos; promover mudanças tecnológicas; aprimorar condições de segurança, qualidade, saúde e meio ambiente.

 

MERCADO DE TRABALHO

a) Áreas de atuação: Empresas de manutenção de aeronaves e de Transporte Aéreo Regular; Oficinas de Manutenção de Aeronaves; Empresas de Táxi Aéreo e Escolas de Aviação.

b) Opções de empregabilidade: Centros de Manutenção Aeronáutica (MRO), Indústria Aeronáutica, Operações de Manutenção e de trânsito de aeronaves nos aeroportos/aeroclubes, Oficinas Reparadoras de itens aeronáuticos.

 

COORDENAÇÃO

Nome: Prof. Humberto Porto dos Santos

Titulação: Especialista (Pós-Gradução Lato Sensu)

E-mail: coordenacaotma.unicep@gmail.com

Telefone de contato: (16) 3362-2111 ramal: 2178

 

INFRAESTRUTURA DO CURSO

As Instalações Físicas disponíveis para atender ao curso possuem espaços plenamente adequados para o corpo docente e discente. A Biblioteca possui amplo espaço físico e acervo de bibliografias Básicas e Complementares e de Revistas e Periódicos atualizados e em números plenamente adequados para atender a todas as disciplinas do curso. Os Laboratórios Gerais e Específicos para atender ao curso possuem técnicos especializados e normas de segurança de funcionamento e adéquam-se plenamente às necessidades do curso.

 

Laboratório: O Laboratório do Curso de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves possui motores à reação, motores convencionais, ferramentas que simulam a prática operacional em manutenção, instrumentos de voo e navegação, geradores, inversores, baterias, simuladores de voo, ordens técnicas, enfim o laboratório traz a realidade do cotidiano de uma oficina de manutenção, na qual o tecnólogo terá a responsabilidade de gerenciar os recursos humanos e os materiais envolvidos.

 

PERFIL DO EGRESSO

O Curso Superior de tecnologia em Manutenção de Aeronaves do UNICEP tem por finalidade formar profissionais habilitados a trabalhar na área de transporte aéreo e atuar no sistema de manutenção de aeronaves.

Esse tecnólogo instala, testa e faz a manutenção de mecanismos e componentes de aeronaves. Também são de sua responsabilidade o planejamento operacional do transporte aéreo e a organização da documentação técnica para que as aeronaves possam decolar. Entre suas atribuições está a garantia da segurança do voo. Para isso, precisa conhecer com profundidade as operações do fluxo aeroviário. Em parceria com engenheiros, projeta novas aeronaves, seus sistemas e equipamentos. Ao final do curso, o tecnólogo precisa ser avaliado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para a obtenção das habilitações que o tornem apto para atuar na manutenção de aeronaves. Os especialistas mais procurados são os habilitados a trabalhar com componentes e sistemas eletroeletrônicos, preparados para lidar com a moderna tecnologia das aeronaves.

As habilitações da ANAC são: Célula, GMP e Aviônica. GMP (Grupo Motopropulsor): esta habilitação permite que o profissional trabalhe com os principais tipos de motores de avião: convencional ou a reação e com os sistemas de hélices e rotores, que completam os principais sistemas do grupo. CEL (Célula): permite que o profissional trabalhe com seguintes sistemas: pressurização, ar condicionado, pneumáticos e hidráulicos, além da parte estrutural de aviões e helicópteros (fuselagem). AVI (Aviônicos): permite que o profissional trabalhe com os componentes elétricos e eletrônicos das aeronaves, tais como os instrumentos de navegação, de comunicação, sistemas elétricos e radar de bordo.

 

CONTEÚDO CURRICULAR

A grade curricular desse curso é composta de disciplinas como motores elétricos, construção de motores de aeronaves, regulamentação da aviação, hélices, desenho técnico de aeronaves, aerodinâmica, corrosão e sistema de controle de voo. O currículo também prevê atividades práticas, que podem ser realizadas por meio de estágio ou de atividades complementares. A entrega de um trabalho de conclusão de curso é obrigatória.

 

Outras informações relevantes

  • Visitas técnicas em empresas do ramo;
  • Incentivo para estágio supervisionado;

 

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

  • Utilizar saberes tecnológicos, instrumentais e científicos à manutenção e fabricação de aeronaves;
  • Interpretar de forma correta os manuais e procedimentos de manutenção dos fabricantes de aeronaves, além de identificar, formular e resolver problemas de engenharia aeronáutica;
  • Administrar atividades técnicas, analisar os sistemas diversos de uma aeronave e acompanhar os avanços tecnológicos da indústria aeronáutica;
  • Atuar no gerenciamento de equipes diversas de trabalho na condução das atividades correlatas em empresas de manutenção e indústrias aeronáuticas;
  • Comunicar-se eficientemente na língua inglesa nas formas escritas, oral e gráfica;
  • Avaliar as atividades de manutenção aeronáutica ou de fabricação no contexto social e ambiental, e sua viabilidade econômica;
  • Compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais.

 

ESTRUTURA CURRICULAR

O planejamento do Currículo Pleno do Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves da UNICEP foi elaborado de forma a atender ao objetivo de capacitar o profissional segundo o perfil profissional, bem como atender às legislações sobre o tempo de integralização.

A disposição curricular das disciplinas, ao longo dos períodos e da sua conseqüente integração, foi projetada de forma a habilitar gradativamente o aluno na sua formação. Nos dois primeiros períodos da estrutura curricular do curso, são ministradas disciplinas de formação básica como Matemática, Física, Informática, Português, etc.

Além das disciplinas básicas, as disciplinas obrigatórias possibilitam ao aluno uma formação sólida, por meio de aulas teóricas e práticas, para compreensão do papel do profissional na sociedade e preparando-o para enfrentar os problemas e desafios da profissão. Espera-se que o aluno adquira conhecimentos para desenvolver competências e habilidades específicas para atuar nas áreas da Manutenção de Aeronaves nas seguintes habilitações: GMP - Grupo Moto-Propulsor, CEL – Célula de Aeronaves e AVI – Aviônicos.

Os Tecnólogos em Manutenção de Aeronaves devem ter a aeronave como objeto de estudo.

A inserção de disciplinas optativas, embora de forma limitada, devido ao tempo limitado de formação, numa visão interdisciplinar, possibilita uma formação mais integrada às necessidades individuais de cada estudante, ao mesmo tempo em que diversifica e amplia informações.

No desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso (TCC), obrigatório para os Cursos Superiores de Tecnologia, foi inserida na estrutura curricular a disciplina Trabalho de Conclusão de Curso, totalizando 88 horas-aula. Nesta disciplina, nas aulas presenciais, os alunos aprendem a metodologia da produção científica e são cobradas as atividades envolvidas para o bom desenvolvimento dos TCCs.

 

CORPO DOCENTE

NOME

  • Prof. Dr. Edson de Oliveira
  • Prof. Dr. José Alberto Rodrigues Jordão
  • Prof. Dra. Luciana Maria Bonvino Figueiredo Pizzo
  • Profa. Dra. Lídya Beatriz dos Santos
  • Profa. Me. Regina Maura Martins Dias Chiquetano
  • Profa. Me. Maria Elizabeth Souza de Assis Profa. Me. Iraídes de Fátima Bogni Palermo
  • Prof. Esp. Humberto Porto dos Santos
  • Prof. Esp. Rony Alexandre Balduino dos Santos
  • Prof. Esp. Mauricio Guilherme Rossi Caruso
  • Prof. Esp. Fábio Toledo Bonemer de Salvi
  • Prof. Esp. Leandro Davilla da Silva

 

MATRIZ CURRICULAR

O Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves da UNICEP foi elaborado de forma a atender ao objetivo de capacitar o profissional segundo o perfil profissional, bem como atender às legislações sobre o tempo de integralização, conforme Resolução CNE/CES 03, de 02/07/2007 e Resolução CNE/CES 02, de 18/06/2007, as Diretrizes Curriculares para os cursos de Tecnologia, segundo Parecer CNE/CES 436 de 02/04/2001 e Resolução CNE/CP 03, de 18/12/2002 e o Catálogo Nacional 2010.

Os conteúdos essenciais para a integralização do Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves, conforme Art. 6º das Diretrizes Curriculares devem contemplar:

  • Área de Ciências Exatas (Básica): estão incluídos os processos, os métodos e as abordagens físicas e matemáticas como suporte ao Curso.
  • Área de Ciências Humanas e Sociais (Básica): fazem parte os conteúdos referentes às diversas dimensões da relação indivíduo/sociedade, contribuindo para a compreensão dos determinantes sociais, culturais, comportamentais, psicológicos, éticos e legais e conteúdos envolvendo a comunicação, a informática e gestão administrativa, tanto individual e coletiva.
  • Área Profissionalizante (Tecnológica): incluem-se os conteúdos teóricos e práticos específicos da área, capacitando o aluno no uso de equipamentos científicos e programas computacionais.

 

Gráfico

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Faz parte do processo de integralização da formação do egresso e constitui-se num espaço de aprendizagem concreta de vivência prática do Tecnólogo em Manutenção de Aeronaves. O objetivo se direciona na aplicação de conhecimentos científicos adquiridos durante a realização do curso e a vivência profissional nas diferentes áreas de atuação deste profissional.

Trata-se de um exercício pré-profissional, em que o estudante permanece em contado direto com o ambiente de trabalho, desenvolvendo atividades fundamentais, profissionalizantes, programadas e avaliáveis, com duração limitada e supervisionada. No Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves é realizado ao longo do curso e possui uma carga horária de 180 horas. É importante salientar que somente estarão aptos a iniciar o Estágio Curricular Supervisionado os alunos que tenham concluído 60% do curso.

O Estágio Supervisionado tem por objetivo principal permitir ao aluno estagiário a prática de metodologias relacionadas às diversas áreas de atuação profissional, integrando-o a equipes que visem o treinamento e formação profissional, assim como:

  • Oferecer ao aluno a oportunidade de ampliar e integrar o conhecimento adquirido para a sua formação profissional;
  • Desenvolver no aluno habilidades consideradas indispensáveis ao exercício profissional;
  • Criar oportunidades para que o aluno possa estabelecer relações entre teoria e a prática profissional;
  • Proporcionar ao estudante a oportunidade de desenvolver suas habilidades e analisar situações reais de vida e trabalho de seu meio;
  • Complementar o processo ensino-aprendizagem através da conscientização das deficiências e incentivar a busca de aprimoramento social, cultural e profissional;
  • Aperfeiçoar as atividades técnicas e científicas adequadas à prática profissional por meio de orientações individualizadas para aprendizado.

 

Os Estágios Curriculares Supervisionados são regulamentados e aprovados pelo Colegiado do Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves e supervisionados pelos professores com aprovação da Coordenação.

 

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Com o objetivo de contribuir para a melhoria da formação técnico-científica e humanística dos alunos do Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves da UNICEP, são desenvolvidas várias Atividades Acadêmico-Científico-Culturais Complementares, conhecidas como Atividades Complementares (AC). Estas atividades estão computadas além da carga horária de disciplinas do curso e perfazem 44 horas (50 minutos) no presente curso, atendendo o Parágrafo Único do Art. 1° da Resolução CNE/CES n° 2 de 18/06/2007.

De acordo com o Parecer do CNE/CES nº 492/2001, as Atividades Complementares têm a finalidade de enriquecer o processo de ensino-aprendizagem, privilegiando a complementação da formação social e profissional. O que caracteriza este conjunto de atividades é a flexibilidade de carga horária semanal, com controle do tempo total de dedicação do estudante durante o semestre ou ano letivo.

Os alunos são incentivados a buscarem de forma autônoma ou direcionada, durante todo o período do curso, inclusive em períodos de férias, a realização das Atividades Complementares como parte da obtenção de um perfil profissional desejado. São consideradas Atividades Complementares aquelas que contribuem para a formação científica e cultural do estudante, fazem parte de sua vida acadêmica e estão relacionadas com a futura atividade profissional, como, por exemplo:

  • Cursos ou Atividades de extensão;
  • Monitoria voluntária;
  • Visitas técnicas/de estudo;
  • Projetos multidisciplinares;
  • Cursos de formação profissional oferecidos pela IES ou outros Órgãos;
  • Participação de comissão coordenadora ou organizadora de evento;
  • Participação na Semana da Engenharia Aeronáutica da EESC – USP;
  • Representação discente junto a órgãos colegiados;
  • Atividades de extensão promovidas por outra IES;
  • Participação de Semanas Universitárias, Congressos, Fóruns, Simpósios, Seminários, Cursos, etc, promovidos pela UNICEP, ou outra IES, ou outros órgãos;
  • Estágios voluntários/Não-Curriculares;

 

As atividades complementares são regulamentadas e aprovadas pelo Colegiado do Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves e supervisionadas pela coordenação.

As Atividades Complementares do Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves podem ser realizadas durante todo o período letivo da graduação, a partir do primeiro período, não havendo limites no nível de complexidade nas atividades concernentes ao estágio.

 

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

Atendendo a Resolução CNE/CP 03, de 18/12/2002, Art. 80, IV, o curso prevê a elaboração de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O TCC é uma atividade de caráter acadêmico e profissional que articula as habilidades, capacidades e conhecimentos teóricos, conceituais e instrumentais aprendidos no curso com o mundo do trabalho e a realidade das organizações.

O TCC busca articular o processo de ensino e aprendizagem, integrando teoria e prática, dentre eles:

  • propiciar a geração de conhecimentos sobre determinados fenômenos que abordem temas de relevância social e científica;
  • iniciar os alunos nas atividades de pesquisa que possibilitem identificação, reunião, tratamento, análise, interpretação e apresentação de informações, com a utilização de metodologia científica;
  • aplicar os procedimentos científicos que são utilizados para a obtenção e apresentação das informações desejadas; refletir e propiciar uma nova maneira de ver o mundo, com maior cientificidade, curiosidade e criatividade, envolvendo disciplina e organização da argumentação;
  • proporcionar ao aluno vivência e visão interdisciplinar da profissão, através de experiências reais, possibilitando a aplicação, o desenvolvimento de habilidades, o aprimoramento e a complementação dos conhecimentos teóricos adquiridos ao longo do curso.

 

O TCC deverá ser elaborado no decorrer do último semestre do curso e corresponde a 88 horas/aula. O professor/orientador do TCC deve trabalhar juntamente com o Coordenador de Curso, informando-o do andamento da disciplina. Todos seguem o Regulamento de TCC do Curso, comprometendo-se a respeitá-lo formalmente através do preenchimento e assinatura de um termo de orientação de TCC e ciência do regulamento e dos prazos.

Você também pode!

Possibilita que o aluno financie seu curso SEM JUROS! Pagando metade do valor das mensalidades enquanto estuda, e a outra metade depois que se formar.

Programa do MEC destinado a financiar a graduação no Ensino Superior de estudantes que não têm condições de arcar com os custos de sua formação, regularmente matriculados em instituições particulares cadastradas no Programa e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. *Exceto Curso de Odontologia.

Tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais, a estudantes de cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. *Exceto Curso de Odontologia.

Programa do Governo do Estado de São Paulo, que concede bolsa integral a alunos matriculados nas IES em troca de trabalho nas escolas estaduais aos finais de semana. *Exceto Curso de Odontologia.

O programa visa a apoiar os alunos que apresentam carência sócio-econômica e disponibilidade para prestar serviços em diversos setores da instituição. O aluno recebe uma bolsa estudo/estágio na UNICEP, sem prejuízo de suas atividades acadêmicas. O termo de compromisso é válido por seis meses, podendo ser renovado de acordo com a indicação e/ou solicitação do setor assistido. *Exceto Curso de Odontologia.

Desconto concedido a alunos com um ou mais irmãos ou parentes de 1º Grau ou cônjuges, matriculados na Instituição, desde que o pagamento da mensalidade seja efetuado até a data do vencimento. *Exceto Curso de Odontologia.

Seleção por meio de prova elaborada por professor da área. O aluno com o melhor aproveitamento na prova é selecionado para dar monitoria na disciplina, cumprindo uma carga horária de 10 horas semanais. (Exigência: o aluno deve ter cursado e sido aprovado na disciplina). *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP mantém convênio com várias empresas e órgãos públicos da região com intuito de beneficiar os colaboradores e funcionários de tais instituições concedendo descontos nas mensalidades. Consulte-nos para saber se a empresa ou órgão público em que trabalha possui convênio conosco e aproveite esta oportunidade. *Exceto Curso de Odontologia.

TRANSFERÊNCIA: Você que está estudando em outra instituição de ensino superior e está em dia com suas mensalidades, tem a possibilidade de transferir seu curso para UNICEP pagando o mesmo valor que está pagando na outra IES ou obter desconto de até 30% nas mensalidades. (sujeito à análise de vagas, documentação acadêmica e comprovação do valor da mensalidade). *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP concede bolsas parciais de 50% de desconto para alunos graduados em universidades públicas e para egressos da própria UNICEP e, de 30% para egressos de outras instituições de ensino superior privadas, que desejarem cursar sua 2ª graduação conosco. (Válidos para ingressantes em 2017). *Exceto Curso de Odontologia.

Será concedido automaticamente desconto nas mensalidades até o final do curso para os alunos que se matricularem em cursos superiores relacionados pela UNICEP no início de cada ano, de acordo com demandas específicas. Caso tenha interesse, entre em contato conosco e obtenha a relação dos cursos e descontos previstos. *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP concede desconto de até 40% para alunos que participam de competições esportivas, de âmbito nacional, profissionalmente (Federados - mediante comprovação). *Exceto Curso de Odontologia.

 

SETOR DE RELACIONAMENTO DISCENTE

Esgotadas todas as possibilidades citadas acima, o SETOR DE RELACIONAMENTO DISCENTE, após receber as solicitações de desconto, considerando a carência econômica e o desempenho acadêmico do aluno realiza uma análise e apresenta parecer para a Mantenedora, que poderá conceder descontos no valor da mensalidade de até 30%. Semestralmente a UNICEP fixará edital com a quantidade de bolsas parciais a serem concedidas, de acordo com os cursos e turmas em andamento, bem como cronograma estabelecido para o processo de concessão.
Para renovação do benefício o aluno não poderá ter qualquer dependência acadêmica.

OBS.: Os benefícios não são cumulativos. Preponderará o maior desconto.

Para maiores informações:

Setor de Relacionamento Discente
Telefone: (16) 3362-2111 ramal 2118
Secretaria