CENTRAL DE NOTÍCIAS


09/06/2017

Docentes do curso de direito participam de acontecimentos importantes na área



Durante o mês de maio, dois docentes do curso de Direito da UNICEP, que também são juízes federais, participaram de importantes solenidades de destaques na área. O Prof. Dr. Leonardo Estevam de Assis Zanin recebeu o título de livre-docência na USP de Ribeirão Preto e a Prof.ª Dr.ª Carla Abrantkoski Rister participou de um curso de Combate ao Crime Organizado na Universidade TorVergatta em Roma.

O curso em Roma foi realizado de 02 a 11 de maio. “Destaco que houve palestras que explicaram a participação do Judiciário e do Ministério Público italiano na Operação Mãos Limpas, que ocorreu naquele país nos idos de 1980/1990, e que culminou na retaliação, por parte da máfia, a autoridades judiciais em Palermo, na Sicília”, contou a docente Carla.

Segundo ela, houve um avanço significativo nas apurações de crimes praticados por organizações criminosas, bem como a adoção do instituto da delação premiada, do tipo penal de associação criminosa e do regime de "cárcere duro". “Isso implicou em segregação dos chefes das organizações criminosas e na busca de que cessasse a prática de comando da organização de dentro da prisão. Alguns institutos foram abolidos posteriormente pela legislação, no intuito de barrar investigações e punições, mas hoje existe um Departamento Nacional Antimáfia (DNA), que tem atuado preventiva e repressivamente no combate a tais práticas criminosas por meio da(s) máfia(s), que mudaram de perfil, diante do fenômeno da globalização, espalhando seus tentáculos ao longo do planeta”, explicou.

Carla ainda salientou que as palestras foram de bom conteúdo, tendo o curso sido ministrado principalmente por professores universitários italianos e autoridades envolvidas no combate às organizações criminosas e, atualmente, com ênfase ao terrorismo. “Desse modo, as principais informações são repassadas aos alunos por conta do conteúdo das aulas e ressalto a importância de o professor se atualizar e comparar seus conhecimentos jurídicos com a prática judicial e acadêmica em países com sistema jurídico que guarda semelhanças com o nosso”. O docente Leonardo Estevam de Assis Zanini, que recebeu o título de livre-docente em concurso na área de Direito Civil, do departamento de Direito Privado e de Processo Civil da USP de Ribeirão Preto, participou de um processo seletivo de 8 a 11 de maio, composto por quatro avaliações. Foi uma prova escrita e outra didática. Nesta, o docente da UNICEP ministrou uma aula, uma avaliação do memorial (currículo documentado) e a elaboração de uma tese de livre-docência.

Ele diz que a titulação é dificilmente concedida, mas quem a consegue é considerado completo, tanto em nível de graduação quanto em nível de pós-graduação. “Por isso, estou muito feliz. Imaginei que a prova não seria tão maçante, mas foi uma verdadeira maratona passar por todo o processo. Sabe-se que acontecem muitas reprovações para esse tipo de titulação, portanto, principalmente por não ser professor ‘da casa’, o sabor dessa aprovação é ainda mais gostoso”, comemorou Zanini.






Newsletter UNICEP
Deixe seu email e receba nossas novidades »